Vereadora Leide apresenta projeto para combate à intolerância religiosa Projeto Somos Todos Iguais foi apresentado durante encontro na Câmara municipal de Paraty
Destaques, PRB Igualdade Racial | janeiro 27, 2017 em 10:50 AM
A- A+

A coordenadora estadual do PRB Igualdade Racial, vereadora Leide, apresentou o Projeto Somos Todos Iguais, durante encontro realizado no último sábado (21) na Câmara Municipal de Paraty, litoral sul do estado do Rio de Janeiro.

O encontro do qual participou a Comissão Estadual do PRB Igualdade Racial, teve o objetivo de debater a questão e buscar saídas para diminuir a desigualdade no estado, colaborando para o efetivo cumprimento da legislação aplicável à promoção da igualdade, tornando-a acessível a toda população.

“O projeto terá um impacto maior nas localidades mais carentes, aonde os índices de discriminação, falta de oportunidades e preconceito são maiores, além disso, o projeto vai criar agentes multiplicadores da promoção da igualdade racial que irá promover o exercício da cidadania a toda população”, comentou a vereadora.

O Brasil é composto por pessoas de diversas religiões e a Constituição Federal define o país como um estado laico, sendo as pessoas livres para expressarem suas crenças.

“Esta laicidade fica apenas no papel quando nos deparamos com o crescimento de casos de intransigência religiosa com base no preconceito racial e cultural”, explicou a republicana.

Em relação ao melhor caminho para o combate à intolerância religiosa, a coordenadora do Movimento Igualdade Racial do Município do Rio, Cristiane Oliveira, comentou que a educação é um importante instrumento.

“O melhor caminho para combater a intolerância religiosa de forma efetiva é fomentar o respeito e o conhecimento através da educação, além de criar instrumentos eficazes para erradicação deste mal que vem crescendo em nosso país”, opinou.

 

Basta de intolerância

Paulo César Barbosa de Oliveira, serralheiro, morador da cidade de Paraty, relatou que passou por muitas dificuldades com amigos e familiares quando, ainda muito jovem, decidiu ser evangélico.

“A intolerância era promovida por meio de palavras de racismo, meus amigos diziam que eu era fanático e que não valeria de nada frequentar a igreja. A superação desta questão, veio com a minha atitude de fazê-los entender que cada um tem o direito de escolher a religião que quiser sem ser influenciado”, testemunhou.

Ascom vereadora Leide
Fotos: Cedidas.

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Torne-se Fã do Portal no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.prb10rj.com.br Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela ASCOM - RJ.