SMASDH lança Campanha Carioca + Humano na Barra
Destaques, PRB nos Municípios | maio 29, 2019 em 2:00 PM
A- A+

Cerca de 120 alunos da Universidade Veiga de Almeida compareceram hoje ao lançamento da Campanha Carioca +Humano, que tem por objetivo promover a reflexão de que os direitos humanos são para todas as pessoas, buscando fazer com que a população se afaste do senso comum e ressignifique o conceito de Direitos Humanos.

A realização do evento foi da 7º Coordenadoria de Assistência Social e Direitos Humanos (CASDH).

A coordenadora da 7º CASDH, Joelma Ferreira, ficou satisfeita com a ação, que demandou dedicação dos servidores. “A cada dia dentro dos nossos equipamentos com todas as pessoas que atendemos trabalhamos com muito respeito a todos os profissionais e usuários. Disso não abrimos mão. A importância dessa campanha é conscientizar a população sobre os direitos humanos. Inclusive, escolhemos a universidade para levar mais conhecimento para a nossa juventude e por intermédio dela mudar a cidade e o mundo” – afirma.

Em 2019, a SMASDH está trabalhando com os Direitos Humanos de Segunda Geração: direitos sociais, econômicos e culturais, ligados ao conceito de igualdade.

De acordo com a Subsecretaria de Direitos Humanos, o ordenamento jurídico brasileiro, os direitos sociais, característicos da segunda geração, aparecem no artigo 6º da Constituição Federal de 1988.

O Secretário de Assistência Social e Direitos Humanos, João Mendes de Jesus, fala da importância da campanha. “A temática sobre Direitos Humanos tem exigido dos brasileiros um esforço de atravessar fronteiras do senso comum com a finalidade de promover um amplo e sólido debate sobre os direitos fundamentais. Neste cenário, a Subsecretaria de Direitos Humanos lança a campanha Carioca +Humano, com a ideia de que somente uma cultura pautada por valores que promovam o respeito à vida tem o poder de reverter a médio e longo prazo tal realidade” – afirma.

A Subscretária de Direitos Humanos, Quésia Betânia, explica que os direitos humanos são para todos e não somente para quem vive em vulnerabilidade social. Mas ressalta que com investimento é possível melhorar o atual quadro. “Eu acredito em Políticas Públicas para mudar o quadro social de vulnerabilidade. Na minha opinião, o eixo quinto que é educação e cultura merece mais investimentos, pois assim poderemos mudar a concepção em Direitos Humanos” – diz.

A procuradora do município e professora de Direito da Universidade Do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Arícia Fernandes, ressalta sobre a importância dos direitos fundamentais. “Precisamos mostrar que esses direitos como cultura, saúde, educação, transporte, muitas vezes só conseguem ser efetivamente garantidos ao cidadão depois que chegam em primeiro lugar a atuação da Assistência Social” – conclui.

Ascom do secretário João Mendes

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Torne-se Fã do Portal no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.prb10rj.com.br Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela ASCOM - RJ.