Prefeitura do Rio lança programa Rio+Seguro
Notícias | | novembro 27, 2017 em 2:00 PM
A- A+
Integração é a palavra de ordem quando se trata de segurança pública. Com base nisso, a Prefeitura do Rio lançou, nesta segunda-feira (27/11), o programa Rio+Seguro, iniciativa pioneira no país que, a partir do dia 3 de dezembro estará nos bairros de Copacabana e Leme, em projeto-piloto, para prevenir desordem urbana e pequenos delitos, as maiores queixas dos moradores. O destaque será uma maior participação da Guarda Municipal do Rio (GM-Rio) e da Policia Militar, com aumento de 280 homens ao efetivo que já atua nas ruas dos bairros. Esses agentes terão o suporte de dois micro-ônibus como bases operacionais, dez carros e 33 motocicletas. Com base nos resultados obtidos nos dois bairros iniciais, o projeto será gradativamente ampliado para toda a cidade.
 .
– O Rio de Janeiro vive um momento que, quando jovem, jamais imaginei ter que enfrentar. Eu diria que estamos diante de um holocausto. Precisamos enxugar as lágrimas, pensarmos no próximo e enfrentar os nossos problemas. Construímos com muito esforço tudo o que temos hoje e vamos manter isso. Copacabana será o epicentro de uma grande ação de segurança que leremos levar para toda a cidade. Vamos trabalhar para que o Rio de Janeiro volte a ser aquele que era quando nascemos aqui. Estamos de cabeça erguida e vamos encarar os nossos problemas de frente. O povo carioca está retomando as rédeas do seu destino – disse o prefeito Marcelo Crivella.
 .
Inicialmente a prefeitura investirá R$ 800 mil por mês para executar o Rio + Seguro em Copacabana e no Leme. – Criamos o Fundo de Ordem Pública, que também ajudará esse projeto. Estamos falando de um bairro com quase 60 mil idosos, sem falar que é um dos locais mais famosos e povoados do mundo. Pela primeira vez, a municipalidade trabalha na prevenção do crime para resgatar a tranquilidade do carioca – afirmou o vereador Marcelo Arar.
 .
Rio+Seguro, prevê a integração das atividades da Guarda Municipal com as forças de segurança do Estado. Seja em ações autônomas dos guardas municipais ou conjuntas com policiais militares do 19º BPM (Copacabana) e do Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPTUR). A parceria ainda possibilitará o envio de imagens de flagrantes de crimes captadas pelo Núcleo de Videopatrulhamento da GM-Rio às delegacias locais – 12ª DP e 13ª DP (Copacabana) – e da Delegacia Especial de Apoio ao Turista (Deat). Os vídeos repassados em tempo real aos delegados responsáveis pelos inquéritos servirão como evidência para corroborar pedidos de prisões de suspeitos à Justiça.
 .
– O tema da segurança está diretamente ligado à qualidade de vida do cidadão. A política da simples repressão se tornou ineficaz e a cidade oferece uma imagem negativa ao mundo inteiro. Por isso, mesmo com poucos recursos, o prefeito está se esforçando para cumprir com a sua responsabilidade – falou o secretário municipal de Ordem Pública, Paulo Amendola.
 .
Equipes de campo receberão as informações e imagens captadas por 54 câmeras espalhadas em pontos estratégicos e monitoradas em tempo real pelos agentes do Núcleo de Videopatrulhamento, que funciona no Centro de Operações Rio (COR). Mas o emprego da tecnologia não se limitará às câmeras. Por meio do Mapa Operacional será possível observar a movimentação e a localização exata de cada um dos guardas municipais em atividade nos bairros. O sistema de comunicação integrada monitorado por GPS nos aparelhos celulares dos GMs vai permitir a geolocalização de cada agente, agilizando o deslocamento das equipes para atender às demandas e ocorrências. Os smartphones possibilitam que os guardas recebam informações sobre suas missões e imagens de suspeitos.
 .
Na fase de planejamento do programa Rio + Seguro, a análise de dados estatísticos e as informações obtidas pelos setores de Inteligência, foram fundamentais à elaboração do mapa das manchas de desordem e dos pontos com maior incidência de pequenos delitos, em Copacabana e no Leme. O mapeamento permitirá a adoção de iniciativas de ordenamento urbano, além de possibilitar o planejamento de ações conjuntas, como o acolhimento de população em situação de rua e a organização do comércio ambulante legal.
 .
A implantação do programa nos dois bairros conta com o apoio do Conselho Comunitário de Segurança de Copacabana, que também participou da fase de planejamento. Vice-presidente da entidade, a carioca Ângela Do Rio disse que o início do Rio + Seguro representa “a realização de um sonho antigo”: o fim dos problemas causados pela desordem urbana, com crescente surgimento de moradores de rua e camelôs, além do assalto a turistas na orla:
 .
– Estou muito agradecida à prefeitura, que está devolvendo a Copacabana seu verdadeiro valor. Principalmente no que diz respeito ao turismo. Precisamos do turista. Para isso, também precisamos de segurança, de visibilidade área que nossos visitantes voltem a confiar no Rio e na segurança do nosso bairro.
 .
Quem também falou de sua satisfação com a possibilidade da recuperação da imagem de Copacabana foi o presidente da Riotur, Marcelo Alves. Segundo ele, a rede hoteleira da cidade só terá a ganhar, uma vez que a iniciativa fortalecerá a vocação turística do Rio, especialmente do bairro:
 .
– É um excelente projeto, um grande avanço para aqueles que vivem do turismo no Rio de Janeiro. O prefeito Crivella abraçou essa causa para que possamos dar uma resposta, o quanto antes, não só aos cariocas e brasileiros que nos visitam, como aos turistas internacionais. Não dava mais para esperar. Copacabana é a nossa maior vitrine, nosso maior desejo em termos de visibilidade. Então, sem sobra de dúvidas, a percepção de segurança começará a ser notada desde já nas ruas. Isso comprova a vocação turística do Rio e o fato de que o setor pode ser a solução para que possamos sair desse momento que vivemos, trazendo recursos de fora e gerando outros novos. O Rio tem que ser pensado grande.
 .
A cerimônia de lançamento do Rio + Seguro também foi acompanhada pelo subsecretário de Subsecretário de Tributação e Fiscalização da prefeitura, Renato de Souza Bravo. Em seu discurso, ele afirmou que a Secretaria Municipal de Fazenda pretende destinar uma parcela do valor arrecadado com a atualização da planta de valores do IPTU para o programa:
 .
– É uma satisfação ver que nosso trabalho está sendo reconhecido pela coletividade e poderá ajudar um projeto tão importante para os cariocas.
 .
E o programa Rio +Seguro não tratará apenas de segurança. O secretário municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Pedro Fernandes, anunciou novidades durante a cerimônia. Uma delas será uma maior atenção com aqueles que vivem em situação de rua. Segundo ele, quase metade dessas pessoas é de outros estados e países.
 .
– Pretendemos oferecer o retorno dessas pessoas aos seus locais de origem, se for da vontade delas. Também vamos abrir um abrigo no Centro. Além de dormir, os abrigados terão transporte para os locais onde acessam renda. A Associação Brasileira de Indústria de Hotéis do Rio de Janeiro doará roupas de cama e mobiliários para o nosso abrigo, além de realizar cursos de capacitação profissional para eles conquistem vagas de emprego nos hotéis. Um percentual de vagas será destinado a essas pessoas. Os dependentes químicos serão encaminhados para atendimentos na rede municipal de saúde.
 .
A população poderá ajudar, denunciando casos de desordem urbana, como ambulantes ilegais, ocupação irregular de calçadas e perturbação do sossego. O morador também poderá denunciar pequenos delitos, como furtos de bolsas, celulares e bicicletas. Os casos relacionados à desordem urbana devem ser denunciados pela Central de Atendimento da Prefeitura (telefone 1746). Já os criminais devem ser feitos por meio do 190 da PM.
 .
Quem ainda tiver dúvidas e quiser mais informações sobre o projeto pode acessar a página maisseguro.rio na internet.

 

Fonte: Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Torne-se Fã do Portal no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.prb10rj.com.br Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela ASCOM - RJ.