Novo centro cirúrgico vai ampliar em dez vezes número de vagas para castrações gratuitas de cães e gatos
Destaques, Notícias | agosto 12, 2019 em 2:38 PM
A- A+

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, inaugurou nesta segunda-feira, 12 de agosto, o centro cirúrgico do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) Paulo Dacorso Filho, em Santa Cruz, Zona Oeste. A unidade vai oferecer mais 1 mil vagas mensais para castração gratuita de cães e gatos. Ao todo, contando com outro posto, que funciona na Zona Norte, poderão ser feitas até 2,5 mil castrações por mês, um aumento de quase dez vezes em relação ao que era possível anteriormente.

– Esse centro era uma solicitação dos moradores da Zona Oeste (onde se concentra a maior população de cães e gatos da cidade). Estamos dando um passo à frente no cuidado com os animais, que é muito importante. Aumentamos muito a oferta de castrações, que não passavam de 3,5 mil por ano, na gestão passada – afirmou o prefeito.

O aumento nas vagas para cirurgias significa economia para donos de animais de estimação. Na rede particular, a castração de um cão custa em torno de R$ 800, e a de um gato, R$ 500. No novo centro cirúrgico em Santa Cruz, as operações serão feitas com modernos equipamentos, em três mesas. Em breve, os agendamentos, hoje presenciais, poderão ser feitos na internet.

– A castração faz parte das ações de prevenção de riscos à saúde pública. Ela diminui a ansiedade e o estresse nos animais, contribuindo para a redução de doenças graves, como o câncer e a esporotricose (doença causada em felinos por um fungo existente na terra e que pode ser transmitida ao homem). Essa cirurgia permite mais tempo de vida a cães e gatos, menos gastos para seus donos e economias com ações de políticas públicas, em um ciclo que traz ganhos expressivos para todos. Com a ampliação de vagas, até o fim do ano vamos castrar cerca de dez mil animais, mais do que os 9.215 castrados em dois anos e meio – informou a médica-veterinária Márcia Rolim, subsecretária de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses, que é vinculada à Secretaria Municipal de Saúde.

Os animais receberão no centro todo cuidado necessário. Cães e gatos terão anestesia inalatória e local para o pré e o pós-operatório. Em média, os veterinários levam meia hora para castrar um cachorro, e 15 minutos para um gato.

Homenagem a médica-veterinária

O CCZ da Zona Oeste funciona desde 1987 e oferece diariamente vacinação contra raiva e tratamento da esporotricose. Nas cirurgias de castração, se junta às que também são realizadas no Instituto Municipal de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman (IJV), em São Cristóvão. Nas duas unidades as vagas são, por enquanto, preenchidas por agendamento apenas presencial, com direito à inscrição de até três animais por CPF.

O novo centro cirúrgico do CCZ de Santa Cruz leva o nome da médica-veterinária Valéria de Carvalho Santos, já falecida, que se dedicou por mais de duas décadas ao setor de zoonoses. Trinta e cinco veterinários, contratados pela Prefeitura na atual gestão, receberam treinamento para lidar com os equipamentos cirúrgicos.

Mitos e verdades sobre castração

A cadela não precisa cruzar uma vez antes da cirurgia. Quanto antes a castração melhor para a saúde do animal;

Acasalar não tem ligação com melhoria do comportamento do animal

A cirurgia é simples e rápida, e o animal é liberado no mesmo dia;

A castração não é a causa da engorda do animal;

A fêmea castrada não entra mais no cio, o que evita a agressividade por excitação sexual constante e elimina a gravidez psicológica, uma das causas da infecção das mamas;

Machos precisam ser castrados tanto quanto fêmeas, pois o procedimento evita tumores de próstata e testículos.

Prefeitura do Rio de Janeiro

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Torne-se Fã do Portal no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.prb10rj.com.br Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela ASCOM - RJ.