A mulher e o combate à desigualdade de gênero e raça
Artigos, Deputada Estadual Tia Ju, Destaques | março 6, 2017 em 12:22 PM
A- A+

O mercado de trabalho está marcado pela persistente desigualdade de gênero e raça. A diferença de salário entre mulheres e homens na mesma posição existe e é provada através de pesquisas e essa desigualdade fica ainda mais evidente quando estamos falando de mulheres negras. Mulheres brancas têm seus salários defasados em 30%, enquanto as mulheres afrodescendentes ganham 80% menos que os homens brancos.

Segundo pesquisa do IBGE, apesar das mulheres serem maioria no mercado, seus salários continuam muito inferiores aos dos homens. Essa mesma pesquisa aponta para o aumento de mulheres chefiando a casa. O instituto confirmou que mais de 30% dos lares têm mulheres como responsáveis pela renda, e mesmo assim, os salários entre gêneros ainda é uma questão sem solução.

Outro problema latente é o preconceito que a mulher sofre no dia a dia de trabalho. Além de constantes assédios sexuais, existem os assédios morais. Um bom exemplo é a clássica pergunta nas entrevistas de trabalho: “você pretende engravidar em curto prazo?”. A gravidez é uma questão feminina e não deve ser levada em consideração como requisito para preencher uma vaga.  Gravidez não qualifica ou desqualifica um profissional.

Além das questões relativas às remunerações injustas, a jornada de trabalho também é um problema. Segundo pesquisa da ONU, as mulheres trabalham 2 vezes mais que os homens, porque até hoje as tarefas domésticas e cuidados com os filhos ainda são responsabilidade só da mulher.

Dia 8 de março comemora se o Dia Internacional da Mulher. Temos avanços para comemorar, mas temos muito mais assuntos para debater. Quanto mais falarmos e nos unirmos, vamos quebrando os tabus, os preconceitos e o sistema que exclui as mulheres, negros e pobres. Cabe a nós levantarmos a bandeira da igualdade de gênero todos os dias para ocuparmos cada vez mais espaços que eram exclusivos dos homens.

Tia Ju
Deputada estadual, vice-presidente da Comissão de Combate às Discriminações e Preconceitos de Raça, Cor, Etnia, Religião  e Procedência Nacional.
Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Torne-se Fã do Portal no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.prb10rj.com.br Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela ASCOM - RJ.