Em comemoração aos 40 anos da Universal, Eduardo Lopes fala da importância de instituição
Em comemoração aos 40 anos da Universal, Eduardo Lopes fala da importância de instituição
Destaques, Eduardo Lopes, Notícias | junho 28, 2017 em 9:37 AM
A- A+

 

Em sessão solene do Congresso Nacional realizada nesta terça-feira (27), foi comemorado os 40 anos da Igreja Universal do Reino de Deus. O requerimento para a homenagem foi apresentado pelo senador Eduardo Lopes (RJ), juntamente com o deputado federal Márcio Marinho (BA), que reconhecem o importante trabalho social que a igreja vem realizando nos últimos anos. “A Igreja Universal do Reino de Deus firmou-se no cenário nacional e internacional como instituição transformadora de vidas e histórias”, destacou o senador.

O trabalho que começou pelo bispo Edir Macedo, em 09 de julho de 1977, em um coreto no bairro do Méier, Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, tomou proporções extraordinárias. Segundo Lopes, a presença da Igreja Universal em centenas de países atesta que seu discurso transpõe barreiras que muitas vezes a política, a mídia ou a diferença linguística não conseguem vencer. Para o senador, a mão amiga que se estende aos aflitos e necessitados somente possui um idioma, que é a Fé.

Ao abrir a sessão, o presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira (CE), falou da determinação, do trabalho e da fé dos devotos que transformaram a igreja em uma das mais significativas instituições religiosas do Brasil. “Nós precisamos destacar que é impossível hoje falar das práticas evangélicas do Brasil sem destacar a importância da Igreja Universal do Reino de Deus”, e completou: “Sabemos respeitar e valorizar a religiosidade em suas mais diversas manifestações. Eu, assim como grande parte dos brasileiros, nunca me afastei da religiosidade, que considero uma inesgotável fonte de paz, de conforto e de alimento para o espírito e para a alma humana”.

Atualmente, a Igreja Universal possui 7 milhões de fiéis no Brasil. No restante do mundo, são cerca de 2 milhões de adeptos em mais de 110 países onde a igreja está instalada formalmente, espalhadas por todos os continentes. Para acolher o número de fiéis, conta com 7.157 templos e catedrais no Brasil. No exterior, são mais 2.850 igrejas. O corpo eclesiástico da Universal é formado por cerca de 15 mil pastores.

Segundo pesquisa realizada pela instituição, em 2016, levantou que, anualmente, os programas sociais mantidos pela Universal atendem mais de 3,4 milhões de brasileiros carentes e marginalizados. São idosos abandonados pela família, moradores de rua, viciados, jovens necessitados sem perspectiva de futuro, analfabetos, detentos e seus familiares, mulheres vítimas de violência e gestantes desamparadas.

Esses programas são executados por mais de 250 mil voluntários. Encaminhamento profissional, aconselhamento jurídico, assistência social, apoio na luta contra o vício, exames clínicos, esporte e cultura, são alguns dos atendimentos realizados pelos programas sociais.

Lopes falou ainda da importância desses atendimentos que a Igreja realiza. “O trabalho social desempenhado pela Igreja Universal ajuda segmentos que muitas vezes não conseguem o amparo do Estado ou da iniciativa privada. O valor das vidas que foram salvas por esse trabalho é inestimável”, enfatizou.

O bispo Domingos Siqueira representou o fundador da Igreja Universal, bispo Edir Macedo, e falou que o segredo do sucesso da instituição está na palavra de Deus e na coragem de segui-la, obedecê-la contra tudo e contra todos, contra os preconceitos e as injustiças, muitas vezes, cometidas. “Muitos dos ataques que a Universal vem sofrendo ao longo desses 40 anos são movidos pelo preconceito religioso, mas é certo que também são fruto da incompreensão e até do descontentamento sobre o verdadeiro trabalho da Universal e do resultado na vida das pessoas”, disse Siqueira convidando a todos para conhecer um dos templos.

A Igreja Universal teve um papel fundamental na vida do deputado federal Márcio Marinho. Segundo ele, quando jovem chegou a instituição amargurado e com a família destruída e por meio dos ensinamentos teve a vida transformada. “Esta sessão vem como um combustível para que nós, bispos, pastores, obreiros, jovens e membros da nossa querida Igreja Universal, continuemos crescendo. Hoje, estou aqui, formei uma família. Construí a minha família em cima dessa fé que alcancei na Igreja Universal do Reino de Deus”, destacou Marinho.

O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, que foi missionário por quase uma década na África e esteve presente na solenidade, falou que é uma comemoração justa e contou um pouco do início da instituição. “No mundo inteiro nunca imaginávamos que a igreja pudesse chegar em tantos lugares e abençoar tantas vidas”, destacou o prefeito.

Cerca de mil pessoas que foram beneficiadas pela instituição estiveram no plenário Ulysses Guimarães, da Câmara dos Deputados. Compareceram também, os presidentes da Record TV, Luiz Cláudio Costa, da RedeTV, Amilcare Dallevo, da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (ABRATEL), Márcio Silva Novaes e o vice-presidente da Central Nacional de Televisão (CNT), Oscar Martinez Neto.

 

Texto: Ascom Bsb – Senador Eduardo Lopes
Fotos 1 a 7: Junior Laurindo / Ascom – Senador Eduardo Lopes
Foto 8: Agência Câmara – Luis Macedo

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Torne-se Fã do Portal no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.prb10rj.com.br Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela ASCOM - RJ.