Eduardo Lopes: “A pesca tem que ocupar o seu lugar no Brasil”
Artigos, Eduardo Lopes | março 22, 2014 em 8:05 PM
A- A+

pesca_predatoria_no_brasilO ministro de Estado da Pesca e Aquicultura, Eduardo Lopes, defendeu esta manhã (22) o potencial do Brasil para a produção de pescado. Ao participar de homenagens na Câmara de Vereadores de Canguaretama (RN), ele disse que o País, até o ano que vem, pode atingir uma produção de 4 milhões de toneladas, mantendo o ritmo de desenvolvimento dos últimos dois anos.

“A pesca tem que ocupar o seu lugar no Brasil. Imaginem se, há 30 anos, o setor tivesse recebido o apoio que está recebendo agora? O Brasil pode produzir muito mais. Não podemos aceitar que o Vietnã produza mais que o nosso país”, argumentou.

Eduardo Lopes representou o ex-ministro de Estado da Pesca e Aquicultura, senador Marcelo Crivella, agraciado com o título de cidadão canguaretamense. Ao lado dele estavam os ministros Garibaldi Alves Filho, da Previdência e Manoel Dias, do Trabalho.  Também foram homenageados o presidente da Confederação Nacional dos Pescadores e Aquicultores, Abraão Lincoln e a ex-chefe de gabinete do Ministério da Pesca e Aquicultura, Margarett Cabral.

O ministro da pesca e aquicultura anunciou a celebração de convênio para a entrega de uma fábrica de gelo e de um caminhão frigorífico ao município e a concessão de dois técnicos da ajudar os pequenos produtores de camarão da região em projetos produtivos. “A fábrica de gelo mudará a vida dos pescadores, melhorando a qualidade do pescado e reduzindo o custo, o que traz benefício para toda a cadeia produtiva”, destacou.

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Torne-se Fã do Portal no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.prb10rj.com.br Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela ASCOM - RJ.