Crivella comemora 355 cirurgias em 10 dias de Corujão Carioca

“Com esse sucesso todo, vamos ampliar o programa e operar outros casos também. Queremos zerar as filas nos nossos hospitais”, disse Crivella

Rio de Janeiro (RJ) – O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), comemorou o balanço dos primeiros 10 dias do projeto “Corujão Carioca”. De 1° a 10 de março, foram realizadas 355 cirurgias em hospitais da rede municipal e do Sistema Único de Saúde (SUS). São pessoas que aguardavam nas filas por procedimentos eletivos e que puderam ser operadas no terceiro turno e nos fins de semana, no projeto estabelecido pela Prefeitura do Rio.

“Esse número é fantástico! Essas pessoas estavam há muito tempo esperando por uma cirurgia. Com esse sucesso todo, vamos ampliar o programa e operar outros casos também. Queremos zerar as filas nos nossos hospitais”, disse Crivella, adiantando que devem ser acrescentadas no “Corujão Carioca” as cirurgias ginecológicas, de varizes e de vesículas.

Somente neste sábado, 10, no décimo dia do “Corujão”, o Hospital Municipal da Piedade (HMP) fez 32 cirurgias. É uma unidade de retaguarda que só realiza operações eletivas, mas normalmente o centro cirúrgico não funciona nos fins de semana. O HMP está entre os hospitais com mais cirurgias realizadas nesse projeto.

Nesta primeira fase do projeto, estão sendo realizadas cirurgias de hérnia inguinal, postectomia, vasectomia e de oftalmologia. Apenas casos de hérnia já foram mais de 100 pessoas operados nos primeiros dez dias de “Corujão”, incluindo crianças. Neste sábado, por exemplo, os hospitais pediátricos Nossa Senhora do Loreto e Jesus fizeram juntos oito cirurgias deste tipo, e as unidades continuam operando neste domingo.

Também participam do “Corujão Carioca” os hospitais municipais Miguel Couto, Salgado Filho, Souza Aguiar, Lourenço Jorge e Francisco da Silva Telles. Além da programação do terceiro turno e fins de semana, as cirurgias eletivas (procedimentos que não são de emergência) continuam sendo realizadas nas rotinas cirúrgicas dos hospitais, de segunda a sexta-feira, pela manhã e à tarde.

A expectativa é de que, com a otimização do uso dos centros cirúrgicos em terceiro turno, o número de cirurgias eletivas salte das atuais 712 por mês para 1.732. Com as operações eletivas realizadas nesta primeira etapa, a prefeitura pretende diminuir o tempo de espera na fila por procedimentos, abrindo vaga para pacientes que aguardam encaminhamento pelo Sistema de Regulação (SISREG).

Texto e fotos: Ascom – Prefeitura do Rio de Janeiro

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Torne-se Fã do Portal no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.prb10rj.com.br Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela ASCOM - RJ.