Crivella assina parceria com Rock in Rio
Destaques, Notícias | setembro 5, 2019 em 3:05 PM
A- A+

O prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) assinou na quarta-feira (4), com o empresário Roberto Medina, o acordo de parceria para a realização do Rock in Rio 2019. Durante a cerimônia, o presidente da Riotur, Marcelo Alves, apresentou o plano operacional da Prefeitura para o evento, que inclui limpeza, controle de tráfego, segurança e mobilidade, entre outros.

“Que a gente tenha um evento que some mais áreas, mais beleza. E que o Rio possa celebrar essa natureza exuberante. Assim como o Roberto, eu amo o Rio”, afirmou Crivella, durante o cerimônia realizada no Palácio da Cidade, em Botafogo.

A oitava edição carioca do maior festival de música e entretenimento do mundo vai acontecer no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, entre os dias 27 e 29 de setembro e 3 e 6 de outubro. A expectativa é que o evento leve 700 mil pessoas ao Parque Olímpico para assistirem 250 shows em sete dias. Durante todo esse tempo, o Rock in Rio contará com diversos serviços da Prefeitura. Mais de dois mil servidores trabalharão por dia para o sucesso do evento que deverá gerar um impacto na economia de R$ 1,7 bilhão.

“Hoje, a gente não precisa importar o som, a estrutura. A gente está exportando. Ver isso me traz um orgulho de carioca, eu amo esta cidade. Nesta época, a gente fica um pouco nervoso, mas isso acaba quando vemos a cara de alegria das pessoas entrando no evento”, declarou Roberto Medina, presidente e criador do Rock in Rio, que entregou a Crivella uma guitarra, símbolo do evento.

Diversos setores da prefeitura estarão envolvidos para o sucesso do Rock in Rio. A Comlurb, escolhida através de licitação, atuará com uma programação de limpeza especial e sustentável.

Os materiais recicláveis serão encaminhados para cooperativas. Já os resíduos orgânicos serão tratados e transformados em adubo na EcoParque do Caju, da Comlurb. Serão 945 garis que vão atuar na parte interna e 120 na parte externa, se revezando em três turnos, totalizando 1.065 garis, com apoio de 59 veículos, entre caminhões coletores, mini ônibus, mini basculante, caminhões-pipa e caminhões-varredeira, além de 58 sopradores. A companhia vai disponibilizar 2.100 contêineres, divididos entre resíduos recicláveis e orgânicos, distribuídos em todo o parque, à disposição da plateia, para que o lixo seja descartado de forma correta.

“O Rock in Rio chegou. É o mês dessa emoção. A cada momento que a gente se depara com esse mega evento, ficamos arrepiados. Obrigado ao Roberto por nos proporcionar essa grande emoção. São mais de dois mil servidores por dia trabalhando no Rock in Rio, com toda a eficiência que a Prefeitura tem para megaeventos. Para que as pessoas possam chegar, curtir a cidade, curtir o Rock in Rio e voltar”,  disse Marcelo Alves.

A CET-Rio contará com 288 pessoas por dia atuando na execução do plano de trânsito, com 26 veículos operacionais, 37 motocicletas, 10 reboques e 39 PMVs (painéis de mensagens variáveis) entre fixos e móveis, que orientarão os motoristas. A segurança do entorno também está garantida com o efetivo estimado da Guarda Municipal de 510 guardas por dia, 56 veículos e sete tendas operacionais nos principais pontos de bloqueio viários, além de, além de 80 rádios de comunicação.

Além da Guarda Municipal, a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) atuará na fiscalização do estacionamento irregular, executada por equipes com reboques, e no controle do transporte remunerado de passageiros (vans e kombis), por meio da Coordenadoria Especial de Transporte Complementar. As ações integradas pela Seop ocorrerão todos os dias e contarão com 70 agentes, 14 viaturas, dez reboques e duas motocicletas.

O Centro de Operações Rio (COR) vai monitorar a área do Rock in Rio 2019 e as vias de acesso ao Parque Olímpico por meio de câmeras, informações de agentes em campo e outros sensores, como informes de usuários do Waze e GPSs dos ônibus, que vão ser transmitidos para o painel do Centro de Operações. Serão 12 técnicos distribuídos em dois turnos de 24 horas.

O COR integra as operações dos órgãos envolvidos e pode acionar pronta resposta das equipes da Prefeitura em ocorrências. A região do evento e adjacências são monitoradas em tempo real, com apoio das 811 câmeras da Prefeitura e outros equipamentos de videomonitoramento de parceiros. Caso haja impactos significativos na mobilidade, o COR pode ainda integrar ações de CET-Rio, Guarda Municipal e modais de transporte, para a realização de ajustes operacionais nas vias ou nos tempos dos sinais de trânsito. Os perfis das redes sociais do Centro de Operações Rio disponibilizarão todas as informações sobre esquemas especiais de trânsito e transporte. Os interessados em se atualizar sobre a operação da cidade podem acessar o twitter.com/operacoesrio ou o facebook.com/operacoesrio.

Para chegar à Cidade do Rock, o público poderá usar as linhas especiais do BRT que sairão do Terminal Jardim Oceânico em direção ao festival ou embarcar em qualquer estação ou terminal dos corredores Transoeste, Transolímpica e Transcarioca, que funcionarão 24 horas.

Como o Terminal Centro Olímpico atenderá o público do Rock in Rio, a dica é sempre procurar qualquer linha/serviço que passe por lá. É só entrar no site do BRT (www.brtrio.com) para saber a lista das linhas e estações do sistema.

No Terminal Jardim Oceânico, onde existe a integração com o metrô, haverá sinalização para indicar o local de embarque dos carros que saem direto para a Cidade do Rock, além de atendentes prontos para esclarecerem dúvidas. Assim como nas edições anteriores, nos dias de festival, a estação Rio 2 ficará fechada entre meia-noite e 5h, e a estação Parque Olímpico só estará aberta entre 5h e 11h. A operação do BRT para o evento não acarreta alterações nas linhas usadas diariamente pelos passageiros.

O MetrôRio, empresa do grupo Invepar, montou uma operação especial para atender o público que for ao Rock in Rio. Em todos os dias do festival (27, 28, 29 de setembro e 3, 4, 5 e 6 de outubro), a Estação Jardim Oceânico, que faz integração com o BRT, ficará aberta 24 horas para embarque e desembarque. As demais estações do sistema funcionarão durante a madrugada, mas somente para desembarque.

A operação especial para o Rock in Rio também contará com reforço de trens para a ida e volta dos shows. Além disso, haverá aumento de segurança e de atendentes nas estações e a presença de orientadores de fluxo para tirar dúvidas dos clientes.

Durante toda a operação especial para o festival, será permitido o embarque com o cartão Giro, cartões unitários do MetrôRio, pagamento por aproximação (NFC) e também com os cartões RioCard. O valor da passagem unitária é R$ 4,60. Porém, para acessar a integração com o BRT, o cliente deverá ter em mãos um cartão RioCard carregado com saldo suficiente para a ida e volta, já que os cartões Giro e MetrôRio e o pagamento por aproximação são aceitos apenas no metrô. O MetrôRio recomenda que os clientes comprem e recarreguem seu cartão Giro com antecedência, para facilitar a entrada no sistema.

Transferências entre linhas

Na operação especial, as linhas 1 e 4 funcionarão regularmente, de Uruguai até Jardim Oceânico. A Linha 2 terá transferência para a Linha 1 em todas as estações do trecho compartilhado (Botafogo-Central) durante o horário regular dos dias úteis do festival (27/9, 03 e 04/10). Já entre 0h e 5h, após a operação regular, a transferência será feita no Estácio. Já nos sábados e domingos (28, 29/9, 05 e 06/10), a baldeação no Estácio será obrigatória durante toda a operação.

Avisos sonoros com estrelas do rock

A estrelas brasileiras do Rock in Rio gravaram chamadas das estações do MetrôRio: Anitta, Iza, Ludmilla, Karol Conka, Alcione, Anavitória, Buchecha, Fernanda Abreu, Melim e Projota fizeram gravações anunciando os nomes de 10 estações. Nos avisos sonoros, os músicos se apresentam, dizem os dias em que vão cantar no festival e as mensagens do metrô, inclusive a tradicional “Próxima estação…”. A ação é uma parceria com o Rock in Rio e será realizada até o fim do festival.

A Subsecretaria de Vigilância Sanitária (Subvisa) atuará com 70 técnicos e 18 motoristas, conforme escala diária, sendo 40 plantonistas por dia. A estrutura é composta por um stand na Rock Street Asia, um container na área de órgãos públicos com ponto de internet e estações de trabalho e 18 veículos. A Subvisa fez inspeções prévias na Cidade do Rock e entorno (hotéis, shoppings, hospitais etc), treinamento de fornecedores – já realizados 15 cursos com 316 participantes e mais 24 turmas agendadas para o mês de setembro – , e licenciamento sanitário do organizador e empresas participantes do evento.

Durante os sete dias de festival, a Subvisa fará inspeções nos estabelecimentos de alimentação e de interesse à saúde, postos médicos e ambulâncias instalados na Cidade do Rock, posto avançado de licenciamento para emissão de Licença Sanitária de Atividade Transitória (LSAT) no local do evento, orientações ao público, com oferta de informações e atividades interativas no stand montado na Rock Street Asia.

A Subsecretaria de Licenciamento, Fiscalização e Controle Urbano atuará com 28 fiscais de atividades econômicas escalados para cobrir o evento, sendo 4 por dia e 1 veículo a cada dia do evento. São 21 processos administrativos de autorização de exibição de publicidade, 124 alvarás de autorização para atividades durante o evento contemplando stands de alimentação, máquinas de venda de refrigerantes, tirolesa, catering, roda gigante e fogos de artifício.

A Rioluz terá 30 homens entre engenheiros, técnicos, eletricistas, motoristas e ajudantes com o objetivo de revisar a iluminação pública nas principais vias de acesso ao evento e plantão com três turmas, garantindo a iluminação na chegada e saída do público, baseadas na Av. Abelardo Bueno em frente ao Parque Olímpico, na Av. Ayrton Senna com Av. Abelardo Bueno e na Av. das Américas com Av. Salvador Allende.

A equipe do Procon Carioca fará vistas para garantir o cumprimento da Lei Federal 8.078/90 – Código de Defesa do Consumidor – CDC. Serão realizadas fiscalizações para verificar se os estabelecimentos estão de acordo com normas como Alvará de Funcionamento, Certificado de Aprovação do Corpo de Bombeiros, Código de Defesa do Consumidor disponível para consulta pelos consumidores, precificação dos produtos expostos à venda, higiene dos estabelecimentos, acondicionamento adequado dos alimentos, data de fabricação e validade dos produtos, temperatura dos alimentos comercializados, Certificado de Potabilidade da Água, extintores de incêndio, saídas de emergência, atendimento médico e bebedouros.

Haverá material de divulgação: folder e cartilhas educativas e o Código de Defesa do Consumidor.

A IplanRio criou o site http://prefeitura.rio/credenciamentodeveiculos, no qual os moradores do entorno do Parque Olímpico podem realizar o cadastro de seus carros, garantindo o passe-livre pela região. Com o adesivo “Trânsito Livre Morador”, eles poderão trafegar pelas ruas interditadas durante o evento. Após o preenchimento do CEP, o usuário será informado se o cadastramento é necessário. Em caso positivo, deve finalizar o preenchimento, enviar os documentos comprobatórios e retirar o adesivo na Associação de Moradores do Rio 2. Aqueles que precisarem de mais de dois adesivos deverão entrar em contato com Superintendência de Jacarepaguá, para aprovação. O site estará disponível para cadastro até 20 de setembro.

A empresa municipal de tecnologia também é responsável pela conectividade dos órgãos públicos durante o Rock in Rio, garantindo, assim, a comunicação entre os agentes e seus centros de comando para que haja fluidez em todas as fases de operação do evento.

Ônibus especiais do Rock in Rio

Transporte Primeira Classe

O Transporte Primeira Classe foi um sucesso nas edições passadas e este ano segue como mais uma opção de transporte para a Cidade do Rock. São 17 trajetos sem paradas, feitos em ônibus executivos. A opção é a mais confortável e a única que deixa os clientes em uma entrada exclusiva na Cidade do Rock. A volta acontece da mesma forma, saindo direto do parque. A tarifa foi mantida desde a última edição: R$ 100 com direto a ida e volta. A venda está aberta com vagas limitadas no site transporteprimeiraclasse.com.br e no app E-Voucher.

O Primeira Classe conta com um dos maiores terminais rodoviários montados em um festival de música. A venda é somente on-line, e os compradores deverão optar pelo ponto de partida, data e horário que desejarem, mas poderão retornar em qualquer horário e para qualquer destino (exceto rota de Petrópolis), a partir das 22h, com saídas de uma em uma hora, ou mediante demanda, tendo as últimas saídas até duas horas após o fim das atividades do Palco Mundo.

Os usuários terão seus próprios vouchers de embarque que só poderão ser utilizados em dia, horário e ponto de embarque escolhido durante a compra, e que devem ser vinculados à pulseira de acesso ao festival por meio do aplicativo E-Voucher. Os embarques ocorrerão por ordem de chegada, no dia e horário escolhido pelo usuário, e a organização recomenda que os passageiros cheguem com, pelo menos, 15 minutos de antecedência do horário marcado.

Confira os pontos de saída do Primeira Classe

Botafogo Praia Shopping, Shopping Nova América, Aeroporto Santos Dumont, Aeroporto Galeão, Niterói, Petrópolis, Ipanema, Copacabana, Tijuca, Rio Design Barra, Shopping Downtown na Barra, Praia da Barra da Tijuca, Méier, Rodoviária Novo Rio, Recreio, Lagoa Rodrigo de Freitas e Centro.  Estes pontos de embarque são indicativos de sua localização aproximada. Os locais exatos de embarque estão disponíveis no site do Transporte Primeira Classe.

BusUp

A BusUP realiza rotas com saídas dos estados de Minas Gerais e São Paulo, com acesso ao Espaço Primeira Classe. Os horários de retorno acontecerão em saídas únicas duas horas após o término do último show no Palco Mundo.

Em sete dias, o maior festival de música e entretenimento do mundo terá um total de 250 shows em diferentes áreas do Parque Olímpico. Serão 385 mil metros quadrados de área útil na Cidade do Rock 2019, 60 mil metros quadrados a mais que na última edição. Este ano, a expectativa é que o evento leve 700 mil pessoas ao Parque Olímpico. Desse total, 420 mil são turistas. As compras aconteceram em todos os estados do Brasil e em 73 países, entre eles Rússia, Estados Unidos, Emirados Árabes, Polônia, Noruega, Chile, Dinamarca e Canadá. No Brasil, Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte e Brasília registraram maior percentual de compra. A permanência do estrangeiro na cidade é, em média, de 4 a 5 dias, já dos brasileiros de 2 a 3 dias. Segundo estudo da Fundação Getúlio Vargas (FGV), o evento causa um impacto de R$ 1,7 bilhão na economia.

O Rock in Rio ajuda a aquecer o segmento de hospedagem. Segundo o Hotéis Rio, a média registrada na 3ª pesquisa prévia de ocupação hoteleira já é de 70% na primeira semana do evento e de 80% na segunda semana. Na primeira, Barra e São Conrado registram a preferência, tendo 78% de ocupação; já na segunda semana, Leme e Copacabana ficaram na frente, registrando 83%.

O Rock in Rio 2019 ganhará seis novas áreas: o Espaço Favela, New Dance Order, Nave, Fuerza Bruta, Rota 85 e Supernova, totalizando 17 ambientes. A Cidade do Rock espera cerca de 100 mil pessoas por dia para assistir aos shows. Drake, Foo Fighters, Bon Jovi, Red Hot Chili Peppers, Iron Maiden, P!nk, Imagine Dragons e Muse são os destaques. Os portões abrem às 14h, e a programação é encerrada às 4h.

Ascom Prefeitura do Rio de Janeiro

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Torne-se Fã do Portal no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.prb10rj.com.br Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela ASCOM - RJ.