CCJ aprova legislação mais rígida para furto de petróleo em dutos
Destaques, Eduardo Lopes, Notícias | | agosto 9, 2017 em 4:53 PM
A- A+

O relatório do senador Eduardo Lopes sobre o Projeto de Lei do Senado (PLS) 182/2017, que tipifica os crimes de subtração e receptação de derivados de petróleo em dutos de movimentação de combustíveis, foi aprovado nesta quarta-feira (09), na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ).

O senador considera que a legislação, que estabelece os crimes de furto e receptação, é pouco específica. Para ele, a proposta apresentada protege interesses transindividuais que atingem toda uma coletividade, muitas vezes de forma permanente, a exemplo dos possíveis danos ambientais. “A repreensão penal revela-se também urgente, dado o aumento da ocorrência dessa prática criminosa no Brasil nos últimos anos”, afirmou o senador.

No Brasil há 30 mil quilômetros de dutos terrestres e submarinos, que vêm sendo alvo de ataques crescentes.  Cerca de 70% dos oleodutos estão entre Rio de Janeiro e São Paulo. O desvio clandestino de combustíveis já é considerado a quarta atividade ilegal mais rentável no mundo, em termos de comércio, envolvendo em torno de US$ 10,8 bilhões por ano, perde apenas para o narcotráfico, a falsificação e o tráfico humano. O crime é mais comum no México, Colômbia, Nigéria e Turquia.

Lopes lembrou ainda do risco causado pelo tráfico ilegal de petróleo e derivados, que podem causar explosões, danos ambientais e até mortes. “É sabido que o furto de combustíveis é uma atividade perigosa devido às altas pressões presentes nos dutos e às propriedades químicas dos produtos lá contidos”, destacou o senador, informando ainda que essa infração também gera um dano na economia e na segurança pública.

O projeto prevê uma gradação na punição que vai sendo aumentada conforme a gravidade do crime. A pena varia de um a cinco anos de reclusão e multa, podendo chegar a até 30 anos de cadeia, caso o delito provoque morte. O projeto também prevê a punição para quem receptar o combustível furtado.

A proposta segue para apreciação da Câmara dos Deputados.

Texto: Ascom Bsb – Senador Eduardo Lopes
Foto: Junior Laurindo / Ascom – Senador Eduardo Lopes

Compartilhe
  • Tweet This!
  • Share on Facebook
  • Digg it!
  • Add to Delicious!
  • Stumble it
  • Subscribe by RSS
Posts Relacionados
Gostou deste artigo? Torne-se Fã do Portal no Facebook!

Nenhum comentário Quero comentar!

No comments yet.

Leave a comment


www.prb10rj.com.br Copyright © 2016 - Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela ASCOM - RJ.